Crifert

Infertilidade x Endometriose – O que devo fazer?

Você sabia que a endometriose pode causar infertilidade?

De acordo com a Associação Brasileira de Endometriose (SBE), 10% a 15% das mulheres são acometidas pela doença em idade fértil. Além disso, 50% de todas as mulheres inférteis são diagnosticadas com a patologia. E entre as portadoras dessa doença, a chance de gravidez é reduzida de 36% para 12%, sendo que, após os 35 anos, as taxas caem ainda mais.

De maneira geral, a endometriose caracteriza-se pela presença de tecido endometrial fora do útero, podendo estar implantado nos ovários, bexiga, trompas ou qualquer outro órgão abdominal. Em uma localização inadequada, este tecido endometrial pode causar reação inflamatória, aderências, alterações nas trompas e, até mesmo, piora na qualidade dos óvulos, o que dificulta uma gravidez.

Nestes casos, especialistas defendem que a abordagem ideal seja a recomendação do congelamento de óvulos o mais cedo possível, preferencialmente até os 35 anos. As mulheres que tenham ultrapassado seus 35 anos também podem se beneficiar da técnica, porém as taxas de gestação e, consequentemente, o sucesso do procedimento são menores, visto que a fertilidade feminina entra em rápido declínio após essa idade.

O tratamento da endometriose é individualizado, podendo ser cirúrgico ou não, principalmente levando em consideração o desejo ou não de engravidar.

Deseja obter mais informações? Entre em contato conosco!

× Falar pelo Whats